15 de Abril de 2009

Aqui estão algumas curiosidades que temos vindo a descobrir à medida que desenvolvemos o nosso projecto.

 

Sabias que...

 

... o cérebro está dividido em duas partes (hemisférios). O lado esquerdo controla o lado direito do corpo; e o lado direito do cérebro controla o lado esquerdo do corpo.

 

 

... o cérebro humano é o que possui mais pregas de todos os seres vivos. Por isso, se o estendessemos, mediria aproximadamente 2 metros, enquanto que o cérebro de um gorila, apesar de ter o mesmo peso, só mediria uma quarta parte do tamanho do cérebro humano. 

 

 

... As pessoas são incapazes fazer cócegas no próprio corpo (propositadamente) porque o cérebro prevê os seus movimentos antes que eles aconteçam, excluindo a sensação de perigo e pânico que provoca as cócegas. Quando alguém nos faz cócegas, o corpo reage, tornando-se tenso. Já quando tocamos o próprio corpo, ele não demonstra reacção. Algumas pessoas nunca o contraem pelo toque de outros e portanto não sentem cócegas. Resultados de pesquisas feitas por um grupo de cientistas da Universidade de Londres indicam que o cerebelo é o responsável pelo monitoramento dos movimentos, impedindo a reacção. 

 

 

 

 

... Boa parte das imagens que vemos são processadas nos próprios olhos, e não no cérebro. Graças a isso, detectamos, com alguns segundos de antecipação, a posição que determinado objecto em movimento ocupará em seguida. Se os nossos olhos funcionassem como câmeras fotográficas, captando apenas as imagens para o cérebro identificar, veríamos sempre com atraso a posição dos objectos em movimento porque o processo demoraria algumas frações de segundo e o risco de colisões aumentaria muito. Por exemplo, um automóvel a andar a 40 Km/h seria percebido um metro atrás da sua posição verdadeira.

 

... e que ...

 

Pessoas felizes atraem pessoas felizes...
 ... e pessoas tristes tendem a ter pessoas tristes em seu redor. Isso é o que mostra o estudo do sociólogo Nicholas Christakis e do cientista político James Fowler. Com base nos dados de um projecto que vem vigiando o estado emocional e de saúde das pessoas da cidade de Framingham, em Massachusetts (EUA), desde 1948, eles mostram que as emoções, além de serem imediatamente contagiosas a pequenas distâncias, também se distribuem em redes de interações sociais de longo alcance - como a internet.

 

 



 

publicado por umaquestaodecerebro às 20:08

Marta Pragosa:
Venho por este meio deixar-vos aqui uma noticia sobre o cérebro (não sei se querem ou se já viram, mas eixo cá na mesma pois pode ajudar):
http://www.osdeusesdevemestarloucos.com/index.php/2009/04/qual-e-o-sexo-do-teu-cerebro/

:)
24 de Abril de 2009 às 16:15

mais sobre nós
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30


arquivo
2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Contador
Estadisticas Gratis